Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Descobri a melhor sobremesa do MUNDO!

por Rosa ou Azul, em 26.10.14

A cozinha não é o meu forte mas, gulosa como sou, os doces até me costumam sair bem - e saber melhor ainda!!!

Esta maravilha que vos trago, foi-me "apresentada" há 2 semanas, quando fomos a Madrid. Talvez até já a conheçam...eu cá, infelizmente, esperei quase 35 anos até me deliciar com ela :)

Ontem tivemos um jantar de amigos cá em casa, e não resisti...tive que experimentar!

É deliciosa e super, super fácil (que é o que mais valorizo) e nada enjoativa.

 

Apresento-vos a Banoffee Pie :)

 

Ingredientes:

250gr de bolachas digestivas

6 colheres de sopa de manteiga

1 lata de leite condensado cozido

2/3 bananas

1 pacote de natas frescas

1 colher de sopa de açúcar

Gotas de limão

 

1. Picar as bolachas digestivas

2. Derreter a manteiga e juntar às bolachas para criar uma pasta homogénea

3. Colocar na tarteira e levar ao forno 10/15min para dourar.

4. Depois de retirar, deixar arrefecer alguns minutos

5. Espalhar o leite condensado cozido

6. Cortar as bananas transversalmente e espalhar por toda a superfície

7. Bater as natas, acrescentando-lhes a colher de sopa de açúcar e algumas gotas de limão

8. Dispor por cima da banana.

 

Fica uma tarte di-vi-nal!!

As camadas são, portanto, bolacha em baixo, leite condensado cozido, banana e natas!

Experimentem e depois venham cá contar!!!! A sério!

 

IMG_1007.JPG

IMG_1011.JPG

IMG_1012.JPG

IMG_1016.JPG

 

Bom Apetite :) 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09

As contas destes 14 anos...!

por Rosa ou Azul, em 13.10.14

Começámos por ser só os dois.

Logo depois, os dois, com 300 quilómetros de distância, um curso cá, outro curso lá.

Entretanto, ao curso de cá, veio colar-se um emprego.

Continuámos os dois. Assim, 5 anos.

Subtraiu-se um curso, diminuiu-se a distância, arrendou-se uma casa.

Ficámos os dois, uma casa, um só emprego.

Juntámos outro emprego a este, somámos milhas percorridas em viagens a dois, multiplicámos os abraços poupados nos 5 anos longe, dividimos alegrias e tristezas.

Trocámos a casa arrendada, por uma comprada. Comprámos um carro.

Somámos um papel, duas alianças e uma lua-de-mel.

E depois...depois decidimos dar o verdadeiro sentido à aritmética da vida.

Nasceu o Lourenço e 3 passou a ser o nosso número.

Somaram-se as noites mal dormidas, diminuiram-se as jantaradas.

Multiplicaram-se as preocupações, as ansiedades e os medos. Dividiram-se os melhores abraços e beijos do Mundo.

Hoje, passados 14 anos, não preciso de fazer muitas contas, para perceber qual é o saldo.

Obrigada, F.!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D


Quantos já se perderam por aqui