Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Do meu estado de graça.

por Rosa ou Azul, em 31.05.11

Estar de bebé é uma felicidade imensa. Imensa. Imeeennssaa.

É uma alegria que não se consegue mensurar. Um sentimento estranhamente grande em que parece que toda a felicidade do mundo, cabe no nosso pequeno coração!!!!

 

E é muito bom, quando percebemos que também as outras pessoas ficam felizes por nós. Por saber que era algo que queríamos e por Deus nos ter concedido esta benção.

 

Porém (digam lá....já vem esta reclamar!), também é preciso uma boa dose de paciência para alguns comentários das pessoas.

 

Optei (entenda-se, optámos) por não querer saber o sexo do bebé. Ponto final.

Não nos interessa.... Pode parecer um lugar comum, mas o importante é mesmo que venha com muita saúde e seja uma criança rodeada de amor e alegria (vááá...e mimos!!).

É uma opção. Como escolher não ter filhos. Escolher ter um. Ou dois. Ou três. Ou escolher querer conhecer o sexo do bebé durante a gravidez.

Uma opção pessoal.

 

Mas, cada vez que o digo às pessoas, disparam logo um: E como é que vais comprar roupa?? E o quarto??

WTF?!?!

Estarão familiarizadas com cores como o amarelo, o laranja, o branco, o beje, o verde, o vermelho, etc?

E que mal tem uma menina de azul? Ou um menino de rosa? Tenho que vestir o meu bebé de acordo com o que alguém instituiu? Ou de acordo com os meus gostos e os do Pai?

 

Queremos guardar a surpresa para o fim....afinal "a espera do prazer, é por si só um prazer"!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:50


2 comentários

Sem imagem de perfil

De BrilhoseFascínios a 31.05.2011 às 21:23

E como eu te compreendo ! E os "oh, não sabes o sexo ? O bebé não se mostrou ?" "Não, somos nós que não queremos saber" "Então e como é que preparas o enxoval ?"
Dá mesmo vontade de responder "com as mãos, indo às compras, sim ?"
Eu cá já somo 30 semanas e continuo sem saber o sexo do meu filho. Sinceramente, já me senti tentada, já fui invadida por uma curiosidade (quase) incontrolável ... mas agora não. Agora já me habituei que vivo com "o meu bebé", o quarto já está em execução, as roupinhas não custam nada a comprar (também tenho comprado pouco e o essencial para as primeiras semanas), os nomes vão-se pensando. Não consigo ter preferência alguma pelo sexo, e não encontro dificuldade alguma na nossa opção. Já a minha mãe teve três filhos e - por opção - nunca soube o sexo de nenhum. Creio que é de família :)

beijinhos e muito boa sorte com tudo !
Imagem de perfil

De Rosa ou Azul a 31.05.2011 às 21:58

Eu tenho quase a certeza que essa curiosidade também me vai invadir...espero conseguir controlá-la!!
E sinto exactamente isso - nenhuma preferência. Acho lindo ter um menino, mas igualmente amoroso uma menina.
Portanto, vai ser "o meu bebé" também até ao fim...

Haja alguém que ache isto normal...eheheh

Beijinhoooss

Comentar post




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D


Quantos já se perderam por aqui