Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Um dia, noutro blog, escrevi este texto.

Hoje, não sei bem a que propósito, lembrei-me dele.

Li-o, reli-o.

Reli-o com mais atenção, até o coração ficar muito, muito apertado de saudades!

 

A minha rua

Até vir estudar para Lisboa, morei na "terrinha"!

Nasci e cresci numa rua. Não numa avenida, nem numa praceta, como aqueles que cresceram na cidade.

Nessa rua, as crianças brincavam sozinhas, sem medos de raptos, atropelamentos, ou roubos.

Não era necessário o olhar constante de um adulto.

Brincávamos ao elástico, às escondidas e à Mamã-dá-licença.

Os carros passavam devagar.

Nessa rua, éramos felizes. Todos!

 

Os vizinhos eram quase família (alguns eram mesmo primos!), daqueles a quem vamos mostrar os sapatos novos, assim que os compramos.

Nessa rua, podíamos ir pedir cebolas ou azeite, quando não tínhamos. E que mal tinha?

Nessa rua, os carros eram estacionados à porta dos respectivos donos, sem preocupações de parquímetros ou falta de estacionamento.

Nessa rua, éramos felizes. Todos!

 

Nessa rua esfolei joelhos, braços e canelas.

Caí e levantei-me. Chorei e ri. Aprendi a andar, a correr, a saltar.

Nessa rua fiz amigos que mantenho hoje, e hei-de manter para sempre, concerteza.

Nessa rua havia crianças felizes. Que iam a festas de anos umas das outras. Que faziam barulho, a brincar e a "brigar".

Nessa rua, éramos felizes. Todos!

 

Depois dessa rua, já morei em tantas outras....Tantas!

 

Mas essa rua, é para mim "A" rua!

Aquela que, há-de ser sempre minha de alguma maneira e que guardo com muito carinho numa caixinha de memórias, dentro do meu coração!

 

(e a rua lá continua, mas....não é a mesma coisa....)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D


Quantos já se perderam por aqui